5 coisas que aprendi com Cristina Yang

25/05/2017

Chegou a louca dos desafios.

A Emily, do blog Meu Melhor Momento, criou esse projeto em que ela e mais quatro blogueiras (Camila, Dai, Ju e Lili) se juntaram pra fazer uma lista de cinco itens sobre cinco temas. Como os posts ficaram muito legais, resolvemos fazer o desafio também.

O tema de hoje é 5 coisas que aprendi com um personagem e eu escolhi a Cristina Yang de Grey's Anatomy. Cardio god, né amores?

Pesquisas dizem que 95% do tempo, nobody cares.

1. TUDO BEM NÃO TER FILHOS
Cristina sempre deixou claro que sua profissão era sua prioridade e que ela não queria ter filhos. Inclusive, alguns episódios mostraram um futuro alternativo em que ela seria mãe - e bem infeliz. E tudo bem, sabe? Acho um saco essas obrigações que são atribuídas à nós só por sermos mulheres. E isso tem consequências catastróficas. Imagina a quantidade de mulheres que só se tornaram mães por pressão e que hoje estão sofrendo por não sentirem que são aptas para tal, ou que estão abrindo mão dos seus sonhos por causa disso? Fico triste (e talvez revoltada) só de pensar.

2. ELE NÃO É O SOL, VOCÊ É
Fãs de Grey's, não me matem agora, mas Derek Shepherd é um saco (tirando a parte do "opero cérebros inoperáveis" e nas partes que ele é gentil com os pacientes). Ele passa maior parte do tempo se colocando acima de todo mundo - principalmente da Meredith. Lembra daquele episódio em que ele ficou na bad e chegou a jogar uma garrafa na direção dela? Pois é, puta babaca. A Meredith precisava ouvir isso de alguém - "ele não é o Sol, você é" - pra que ela parasse de se diminuir pelo Derek. Cristina foi um personagem que experimentou, da forma mais cruel possível, o que é se diminuir pra caber na vida de outra pessoa. Não compensa. Você é sua própria pessoa. Você é o seu Sol. Faça de si mesmo sua maior prioridade.

3. TUDO BEM SE ORGULHAR DAS SUAS CONQUISTAS
Você que assiste Grey's Anatomy, quantas vezes a Cristina foi elogiada e saiu com aquela famigerada frase "Ah, não foi nada."? Nenhuma. Ela se esforça pra ser a melhor no que faz e não tem vergonha de se destacar. A própria Shondanás Shonda Rhimes contou no "O Ano Em Que Disse Sim" (ótimo livro, aliás) que foi à uma reunião com um monte de mulheres maravilhosas e bem sucedidas e todas soltavam o "Ah, não foi nada" quando era elogiadas. Onde a gente aprendeu a ficar com vergonha por sermos brilhantes? Bora parar com isso.


4. LUTE PELAS COISAS QUE VOCÊ QUER
Cristina quer uma cirurgia? Cristina vai brigar pela cirurgia com mais intensidade do que um cachorro faminto lutando pelo osso. Não adianta sermos brilhantes mas não termos força pra correr atrás do reconhecimento. Fico admirada pela força que a Cristina demonstra durante toda a série e tento me corrigir sempre que percebo que estou fazendo corpo mole ou deixando minhas vontades de lado. Sabe aquele pensamento "não vale a pena comprar essa briga"? As vezes, vale a pena sim! A vida é difícil, não tem lugar na janelinha pra todo mundo (metáfora causada pelo excesso de uso do transporte público). Se não lutarmos pelas coisas que queremos, outras pessoas vão lutar e tirar isso de você. 

5. TUDO BEM NÃO SER PERFEITA
Na maior parte do tempo, Cristina está sendo a melhor residente, melhor cirurgiã e melhor pessoa ♥. Mas isso não significa que ela seja perfeita. Ela já se diminuiu por um relacionamento e sofreu muito com isso, já chorou e implorou pra que a sedassem, já morou em um apartamento que renderia um ótimo episódio de Acumuladores e já se entupiu de tanto comer porque estava numa crise. Ser melhor não significa ser perfeita. Todos nós temos momentos de fraqueza e isso faz parte da gente tanto quanto nossos momentos de êxito. Demonstrar fraqueza não significa que você seja fraca, significa que você é humana.

EXTRA: If there's no food, I'm going home 

Tô falando sério, se não tiver comida nem precisa me chamar pro rolê.
Algum personagem já te marcou e te ensinou várias coisas? Conta pra mim nos comentários - let's talk people! Ah, e não se esqueçam de visitar as outras meninas que estão participando do projeto.

22 comentários:

  1. não vejo GA, mas pelo o que todo mundo diz essa mulher é muito f*dona, e pelo o que você me mostrou dela que girl power do car*lho. Eu adorei saber mais dela, amo quando as mulheres são tão inspiradoras pra nós. <3


    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM! ♥
      E se tiver um tempinho livre, assiste GA porque é MUITO boa.

      Excluir
  2. kkkkkkk a cristina é hilária uma das minhas preferidas de Greys anatomy.
    Eu sinto que ela escondia um pouco seus sentimentos para parecer mais forte.

    ResponderExcluir
  3. Concordo na parte em que diz que as vezes vale a pena comprar certas brigas. Lutar pelo que queremos é um dos passos da conquista.
    Ah, e um personagem que aprendi bastante foi a Anne de uma série que vi na netflix recentemente chamada ANNE WITH AN E. Ela me ensinou a ver sempre as coisas boas em tudo o que me acontece. Pode ser momentos bons e até mesmo os momentos ruins.

    Beijos!
    www.memorizeis.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca tinha ouvido falar dessa série. Vou procurar. Obrigada pela indicação :)

      Excluir
  4. Oiii.
    Amiga vem cá e me abraça. Escolhemos o mesmo personagem para começar o projeto. Isso só pode significar que você é uma pessoa maravilhosa haha.
    Ressaltamos quase os mesmo pontos também.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  5. Não assisto Grey's Anatomy porque sinto muito aflição de ver cenas de operações e afins...MUITA mesmo. Mas olha, esses aprendizados que você escreveu aqui me deixaram com vontade de conhecer esse mulherão da p@$ra. baita lição que ela passa!

    Gostei muito ♥

    Décimo Terceiro Andar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita, se você tem aflição é melhor não ver mesmo. Não que eles mostrem tuuuuuuudo da operação, mas tem umas cenas mais fortes.

      Excluir
  6. YANG MELHOR PESSOAAAAAAAAAA
    Uma vez vi um moletom com "Screw beautiful, i'm brilliant" estampado e talvez seu post tenha me motivado a procurá-lo novamente heh <3

    Limonada (antigo Novembro Inconstante)

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Ainda não assisti Grey's, mas tenho muita vontade. E mesmo não tendo assistido, sempre que vejo uma cena, e essa personagem está presente, sempre achei que ela tinha algo de forte.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    http://blog.amanda-almeida.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste Grey's! É uma série bem longa, mas vale a pena. Virou uma das minhas preferidas (garanto qualidade até a nona/décima temporada haha)
      Beijos ♥

      Excluir
  8. Não cheguei a ver todas as temporadas da série porque MUITA COISA e desanimei com todo o draminha, mas do que vi amei demais a Cristina. É maravilhoso existir uma personagem forte como ela, uma mulher que não fica se dobrando aos outros e sabe o que quer.

    Amei esse post, quero fazer também, aaaaaaaaaaah

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série é muito grande mesmo (e o drama continua até o final, hehe)
      Faz também ♥

      Excluir
  9. EU QUERO TATUAR ESSE POST.
    yang melhor pessoa, melhor post, concordo com tudo que disse. principalmente sobre ir atrás do que quer sem fazer corpo mole (as vezes acho que eu deixo me abater muito fácil com qualquer coisinha pelo caminho, coisa que a yang não faria, haha). mas enfim, fiz um post hoje citando a yang em um tópico, já atualizei colocando o seu lá pras pessoas verem <3

    ResponderExcluir
  10. CRISTINA AMOR DA MINHA VIDA. Ela é incríveeeeeeel, queria muito ter uma amiga como ela <3 <3

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ♥ queria ser super amiga dela também

      Excluir