Lollapalapsos 2017: o que eu achei do Lolla

27/03/2017

Mais um ano e mais um festival que a gente assiste pela TV. Infinitos agradecimentos ao Multishow e ao Canal Bis que nos proporcionaram as transmissões ao vivo dos shows (inclusive pela internet, que é bem melhor do que assistir pela TV).

Hoje vou fazer minha seleção particular do Lollapalloza de 2017. Lembrando que estou apenas expondo minha opinião. Não sou nenhuma crítica musical de sucesso, etc.

Melhor Show - Cage The Elephant


www
CTE ganhou meu coração (e um Grammy) com o CD que eles lançaram no ano passado, o Tell Me I'm Pretty. Eu já sabia que os caras eram bons ao vivo, mas não imaginava que eles iam fazer um show tão intenso. Claramente a banda estava se divertindo tanto quanto a plateia (sem contar no show a parte que é Matt Shultz, que tirou a blusa, tirou os sapatos, ficou em pé em cima do povão e deu um super trabalho pros seguranças que já não aguentavam mais ficar correndo atrás dele).

Show que mais me surpreendeu - The Weeknd

 

www
Eu já tinha tentado ouvir o Starboy do The Weeknd, mas a música dele nunca tinha me descido bem. Isso, é claro, até eu ver esse show. O cara me surpreendeu tanto em questão de canto, quanto em questão de performance.: cantou muito bem, não demandou uma superprodução pra prender o publico e o show foi muito  bom. Mudei meus conceitos sobre o cara e agora só fico mexendo os bracinhos e cantarolando "I'm a motherfuckin' starboy". Fora os memes sobre a filha-da-puta-cabeçuda-te-amo Selena Gomez, que veio junto com o boy pra aproveitar o festival.

Bandinha que eu não conhecia, mas curti - Glass Animals


www
Vi um trechinho do show na edição comentada do Multishow e resolvi pesquisar o show completo no YouTube. E não é que eu gostei? Os caras entregam um com show ao vivo, com umas baladinhas indies bem gostosinhas de ouvir. Vale a pena conferir.

Show "wtf?" - Melanie Martinez

 
www
 Nunca fui a entusiasta das músicas da Melanie, ainda mais depois daquelas polêmicas sobre ela sensualizar uma imagem infantil, etc. Tirando algumas desafinadas, o que eu considero ser até normal, o show foi bom. O que me deixou meio espantada foram as fantasias do público e o quanto eles ficaram histéricos quando ela subiu no palco. Tinha gente se matando de tanto chorar e gritar. Levemente assustador.

Show "mais do mesmo" - Metallica 


www
Metallica é uma boa banda ao vivo e todo nós já sabemos disso pelos vários shows que eles já fizeram no Brasil. Em todos os shows, dá pra sentir a energia que a banda passa, mesmo que você esteja assistindo pela TV. Acontece que Metallica caiu naquela parte do gráfico em que tudo tende à constância. Mesmo com as músicas novas, a sonoridade e a performance da banda continuam sendo as mesmas. É um show que, sim, compensa o ingresso. Mas não vá esperando nada além do que já foi mostrado.


Pior Show - The Strokes


www
Ai The Strokes, o que posso falar de você? Depois de ter assistido ao show do Cage The Elephant, The Weeknd e tantos outros shows bons do festival, ficou difícil entender porque o Strokes ganhou a posição de headline. Julian ficou parado a maior parte do tempo e, mesmo assim, parecia não te fôlego suficiente pra cantar as músicas. A banda não tocou os sucessos que todos estavam esperando, como You Only Live Once e Under Cover of Darkness. Mesmo assim, tinha alguns fãs enlouquecidos dizendo que Julian cantou muito bem e que o show foi ótimo, claramente uma oportunidade pros otorrinolaringologistas de plantão.

Melhor pessoa do festival - Titi Müller

 

Titi Müller deu uma lavada num DJ machista e deixou um recado: MACHISTAS NÃO PASSARÃO! O discurso dela fez com que a direção do canal BIS cancelasse a exibição do show do cara. Depois, quando perguntaram pra ela sobre a repercussão ela soltou um "sério que o que eu falei foi tão fora do comum assim?". Achei lindo. Um beijo Titi!

 

Melhor matéria sobre o festival: Você ia no Ratinho jovem?


www
A galera do portal Vírgula catou uma foto jovem do apresentador Ratinho e saíram pelo Lolla perguntavam se o pessoal catava ele. Eles ainda disseram que "Carlos Massa exibia uma cabeleira digna de um integrante dos Strokes e roupas que não ficariam deslocadas no armário do Arctic Monkeys.". Clica aqui pra ver a matéria e saber quem tava a fim de levar o Ratinho pro cantão.

E essas foram minhas considerações sobre esse festival dos jovens hipster que todo mundo ama odiar ou odeia amar. Deixa nos comentários a sua opinião sobre os shows e se inscreve na newsletter pra receber minhas divagações no seu e-mails.

Beijos hipsters.

6 comentários:

  1. Amei essa review porque concordo quase que 100%

    Eu não fui, pela primeira vez, esse ano mas vi pela tv e nada barrou The Weeknd. Queria ter ido por ele e por Tegan & Sara, além de The XX (que não vi as exibições de sábado) mas Strokes foi preguiçoso, ainda mais depois de The Weeknd e não entendo o headline porque não é mais 2007.

    De resto, Cage the Elephant é bom mas todo ano essa banda tá aqui aaAaaAaa dá lugar pra uma nova junto com Two Door, pelo amor. Glass Animals é puro amor. Feliz que você gostou <3

    Beijo

    Pale September

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a proposta do Lolla tá meio deturpada mesmo. Teoricamente era pro festival trazer bandas novas e é basicamente isso que você falou: tem Cage todo ano e não é mais 2007 pra Strokes ser headline.
      Tegan & Sara é só amor.
      Beijos

      Excluir
  2. Eu não assisti o festival, mas só li coisas boas sobre o show do The Weeknd. E não conhecia a Melanie.
    Beijos, Aline
    Verso Aleatório

    ResponderExcluir
  3. SOCORRO que o ratinho era indie huahuhauhuah to passada!
    Eu não assisti ao festival, porque fico triste por não ter ido hauhua, e o meu facebook todo já comentou sobre, então sinto que assisti huahua

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca fui em um festival, queria ter ido só pela experiência. Mas tava caro (tipo, MUITO caro).
      Beijos

      Excluir

recentes antigos Página inicial