Vida adulta sucks

13/04/2017
Bloquearam meu cartão do banco e eu não consegui comprar nada durante 3 dias. Pediram pra eu ir na agência onde eu abri a conta. Cheguei lá antes das 15:00, saí depois das 17:00.

Quando saí do banco, peguei meu celular e vi 4 ligações perdidas. Retornei. Perdi a prova do vestido que aluguei pro casamento da minha amiga, que é na semana que vem. Ainda não comprei o presente, não marquei horário no salão pra fazer a unha e a sobrancelha e, obviamente, não provei o vestido.

Corri pra chegar na loja de vestidos a tempo de tentar reagendar a prova. No meio disso, minha mãe me liga: "_Natália, a internet não tá funcionando". Esqueci de pagar a conta. Tentei pagar a em uma agência dos correios, não aceitaram. Tenho que pagar direto na boca do caixa do banco que emitiu o boleto. O banco já fechou.


Passei nas lojas americanas e percebi que não tenho dinheiro pra bancar um ovo de páscoa. É minha primeira páscoa sem ovo de páscoa. Comprei uma caixa de bis. Paguei no débito. Digitei a senha errada duas vezes.

Corri pra chegar na faculdade a tempo da primeira aula. Hoje tem prova e eu não estudei o tanto que deveria. Desisti, fui na lanchonete comprar uma Coca. Tropecei, a carteira caiu no chão. Digitei a senha errada mais uma vez.

Segunda feira vai ser dia de visitar o banco e o Detran. Como se não bastasse a minha incapacidade de lidar com questões básicas da vida adulta, estou abraçando mais um item: dirigir. Tenho que comprar um carro. Tenho que trocar o olho do carro. E o pneu. E fazer manutenções preventivas. E pagar IPVA.

Tenho 22 anos.

Não tenho namorado, não tenho casa própria, não tenho carro, nunca fiz uma viagem internacional. Trabalho num lugar que odeio, com princípios e valores que odeio, com uma tarefa que já não condiz com o que eu quero pra minha vida.


Não consigo pagar meus boletos antes do vencimento.
Não consigo digitar a senha do meu cartão.

Tem dias em que a gente só quer dormir. 

6 comentários:

  1. Ahhhh, NEM ME FALA, eu estou com 22 anos e não me acostumei nem um pouquinho com a vida adulta. Não sei como tem gente que com 18 já é super adulto e lida muito bem, aparentemente, com questões sérias.

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes eu acho que essas pessoas de 18 são só muito boas em disfarçar o pânico, mas pode ser que eu pense isso só pra me consolar kkk
      Beijos

      Excluir
  2. Vou te dar um spoiler: a gente nunca aprende a ser adulto! Por mais que alguns finjam muito bem, não dá, não tem como, esse é um patamar que creio que poucos atingiram. Eu tenho 26 anos e não dá pra acreditar, tenho cabelo rosa, escrevo diários, leio Harry Potter... As responsabilidades aumentam, mas a maneira que eu lido com elas continuam sendo da mesma forma de quando eu tinha 16. Vai saber né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consigo pensar em uma vida em que eu não tente escrever diários e não gaste horas em livros de fantasia. A propósito, amei seu cabelo ♥

      Excluir
  3. ESSE POST É MINHA VIDA. só que eu tenho 27. então tem tb o peso de ser "velha" e sem controle da vida e dos boletos, HAHAHA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a gente faz 18, ao invés da maioridade a gente devia ganhar um manual: "Como controlar a vida (e os boletos)" HAHA

      Excluir

recentes antigos Página inicial